Preencha-se da compreensão. Você sente que não é compreendido e aceito.
Isso lhe dá aquele peso no coração.
Mas revista-se de forças novas. Em vez de procurar ser entendido, entenda você que os outros talvez estejam presos a circunstâncias, padrões e
preconceitos que os impedem de entender até a si próprios.
Tome outro sentido. Refaça-se. Compreender os outros é, no fundo, compreender a si mesmo.


( Do Livro "Sementes de Felicidade",  69,
de Lourival Lopes )